Tecnologia da Microsoft usa inteligência artificial nos seus prints

A Microsoft revelou, no início do mês de maio, um aplicativo que simplifica a captura de tela do Windows 10, e agora uma equipe de funcionários da empresa criou um sistema que aplica inteligência artificial aos prints. Chamada de Snip Insights, a tecnologia visa reconhecer elementos em uma captura que possam ser mais importantes.

A tecnologia foi desenvolvida como parte da Microsoft Garage, uma divisão de projetos experimentais da companhia, que podem vir a se integrar à estratégia da empresa no futuro. O Snip Insights foi parte de um desafio feito a um grupo de estagiários, no qual eles deveriam aplicar inteligência artificial em uma ferramenta usada por milhões de pessoas.

Assim, eles decidiram mexer no Snip, um outro projeto da Microsoft Garage. Utilizando inteligência artificial, é possível tirar um print de uma tela onde há uma foto de um vestido, por exemplo, e ver onde ele pode ser comprado. É possível identificar pessoas famosas na imagem, lugares ou monumentos, tudo apenas com uma captura.

Talvez mais interessante é o fato de que é possível utilizar a inteligência artificial da Microsoft para reconhecer texto na captura. Um exemplo bastante útil é uma página escaneada de um livro que, ao ser capturada com o Snip Insights, pode ser transformada em um documento de Word totalmente editável.

Por mais que o projeto ainda seja experimental, o recurso pode vir a ser importante para a estratégia de longo prazo da Microsft. Isso porque o recurso é bastante similar ao Google Lens, que ocupou um espaço nobre do Google I/O nesta semana por se integrar a câmeras de vários celulares Android, que permitem usar as lentes do aparelho para analisar vários elementos do mundo real.

No entanto, a tecnologia não é facilmente acessível aos usuários normais. O código-fonte do recurso foi publicado no GitHub. Se você for um desenvolvedor ou tem alguma familiaridade com programação, pode conferir o projeto neste link https://github.com/Microsoft/Snip-Insights

 

 

 

Deixe uma resposta